Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de Investimentos - PPI

Rodovia de Integração do Sul - (BR-101/290/386/448/RS)

Rodovia de Integração do Sul - (BR-101/290/386/448/RS) 

Home > Projetos > Rodovia de Integração do Sul - (BR-101/290/386/448/RS)

Andamento do projeto

Estudos

Consulta Pública

Acórdão TCU

Edital

Leilão

Contrato

Concluído em 23/12/2016
Concluído em 30/08/2017
4º Trimestre de 2017 (previsto)
1º Trimestre de 2018 (previsto)
  • Concluído
  • Em andamento
  • A realizar

Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber informações dos projetos de (Rodovias)

  • CLASSIFICAÇÃO POR REUNIÃO

    1ª Reunião

  • SETOR

    Rodovias

  • TIPO DE ATIVO

    Ativo Existente

  • MODELO

    Concessão Comum

  • CAPACIDADE

    473,4 Km

  • INVESTIMENTO

    R$ 8,5 bilhões (CAPEX)

  • ÓRGÃOS ENVOLVIDOS

    ANTT, Ministério dos Transportes

  • PRAZO

    30 ANOS

  • CRITÉRIO DE LEILÃO

    Menor tarifa de pedágio

  • FASE ATUAL

    Sob análise do TCU

Informações do projeto

Descrição sumária dos trechos da RIS:
  • BR-101/RS, da divisa dos Estados de RS/SC, em Torres/RS, até o entroncamento com a BR-290, em Osório (87,9 km);
  • BR-290/RS, do entroncamento com a BR-101, em Osório, até após a Ponte Móvel do Rio Guaíba, em Porto Alegre (98,1km);
  • BR-386/RS: do entroncamento com a BR-285/377, para Passo Fundo, até o entroncamento com a BR-116, em Canoas (265,8km);
  • BR-448/RS: do entroncamento com a BR-116, em Sapucaia do Sul, até o entroncamento com a BR-116/290, em Porto Alegre (21,6km).

Os valores a serem aplicados no projeto ao longo dos 30 anos de concessão totalizam R$ 15,1 bilhões, dos quais R$ 8,5 bilhões são para investimentos em CAPEX e R$ 6,6 bilhões para custos operacionais.

O volume diário máximo anual (VDMA), médio em todas as praças, está previsto em 17.561 veículos no ano 03 e 35.323 veículos no ano 30.
 
A taxa interna de retorno de projeto (real) sobre o fluxo de caixa sem alavancagem é de 9,20 % a.a. para o custo médio do WACC.
 
Em relação aos investimentos, estão previstos investimentos obrigatórios e outros para a ampliação de capacidade vinculada a gatilho de VDMA aferidos em cada um dos 49 subtrechos.
 
Investimentos Obrigatórios:
  • Duplicações na BR-386 - 225,2km (não inclui trecho de 10km que será duplicado pelo DNIT);
  • Implantação de faixas adicionais em trechos já duplicados na BR-290 e BR-386 - 78,8km;

Investimentos vinculados:

  • Implantação de 73,8 km de vias marginais;
  • Implantação de 176 dispositivos, sendo 59 acessos, 19 interconexões diamante, 6 interconexões trombeta, 8 interconexões Parclo, 30 retornos em nível, 4 meios-retornos em nível; 5 trevos completos; 32 passarelas e 13 passagens inferiores.
Além das melhorias físicas, também estão previstos a oferta de: (i) serviços médicos de emergência, (ii) socorro mecânico, (iii) sistemas de pedágio e controle de arrecadação, (iv) produção e edição de boletim periódico, (v) disponibilização de serviços de reclamações, (vi) combate a incêndios, (vii) apreensão de animais na faixa de domínio, (viii) sistema de controle de velocidade, (ix) sistema de pesagem entre outros. Alguns parâmetros de desempenho da concessionário serão observados entre os quais: (i) irregularidade longitudinal máxima, (ii) índice de gravidade global, (iii) vida útil remanescente, (iv) atendimentos e socorro entre outros associados aos serviços disponibilizados. 
 
  • Situação atual do projeto

    A fase de consulta pública encontra-se concluída. 

    A ANTT publicou no site os Estudos, Edital e Contrato com todas as alterações devidas à consulta pública, os quais foram encaminhados ao TCU para análise.
     
    Mais informações na página oficial da ANTT

Galeria

BR-101 2

BR-101 2

BR-101/116/290/386/RS

BR-101/116/290/386/RS

Rodovia de Integração Sul

Rodovia de Integração Sul

Arquivos

  • Cartilha Informativa - Rodovia de Integração Sul (RIS)

     PDF (781,86 KB)

Ver outros projetos